terça-feira, 13 de outubro de 2009

Mexilhâo com aipo

Mexilhão com Aipo
moules Pictures, Images and Photos

Uma receita muito saborosa, inspirada pela culinária tradicional belga. Este prato de mexilhões serve-se como entrada ou petisco, mas dobrando as doses de ingredientes e acompanhando com batatas fritas, à maneira belga, também pode constituir uma refeição completa.
Ingredientes para 4 pessoas
• 1,5 kg de mexilhão
• 2 dl de água quente
• 1 folha de louro
• 2 dentes de Alho esmagados
• 1 pé de aipo com rama cortado em pedaços
• 4 pézinhos de salsa
• 2 dl de vinho branco seco
• 1 chalota (ou 1 Cebola) picada
• 1 dl de caldo de peixe
• sumo de 1/2 limão
• sal & pimenta
Preparação
Levar a água a ferver numa panela com o alho, a folha de louro, o aipo, metade da salsa, sal e pimenta. Juntar o mexilhão e tapar a panela.

Logo que o mexilhão começar a abrir, retirá-lo do caldo com o auxílio de uma escumadeira e reservar. Filtrar o caldo e reservar.

Levar o vinho branco a ferver com a chalota picada até Reduzir para metade. Juntar o caldo de cozedura filtrado e o caldo de peixe. Adicionar o mexilhão reservado e polvilhar com a salsa restante picada. Borrifar com o sumo de limão e servir de seguida.

Nota: pessoalmente, gosto do mexilhão quase ao natural, mas para dar a esta receita um toque mais tipicamente belga ainda, pode-se acrescentar-lhe um fio de natas e 60 g de manteiga antes de servir.

TOME NOTA

A cozinha belga é influenciada pelas culinárias dos países vizinhos, como a da França (especialmente da região da Lorena) e a cozinha regional das regiões belgas Flandres e Valônia. Nas regiões costeiras é comum servir pratos com peixe e frutos-do-mar. Um dos pratos tradicionais é Moules Frites (mexilhões servidos com batatas fritas). Os belgas juram serem os seus inventores, servindo-as em abundância como lanches em pratos ou cones de papel cobertos de maionese ou um outro molho qualquer. Outro prato típico é Waterzooi, um guisado com peixe ou galinha. O médico e botânico flamengo Carolus Clusius jogou um papel importante na divulgação da batata na Bélgica; desde sua introdução, a batata faz parte da cozinha rústica típica do país. O chocolate belga é reconhecido pelo alto padrão de qualidade na produção. Outros doces, como Wafel, Spéculoos e Praline, não são menos populares. Depois da refeição principal e antes da sobremesa é comum servir um dos queijos típicos da Bélgica, como por exemplo o Limburger. A cerveja, com marcas como Kriek, Hoegaarden,Leffe,La Binchoise e Chimay reconhecidas mundialmente, valorizam ainda mais a cultura cervejeira do país.

Sem comentários:

Publicar um comentário