sábado, 21 de novembro de 2009

Comida portuguesa premiada em Nova Iorque

Photobucket




Comida portuguesa premiada em Nova Iorque







Uma chefe de cozinha portuguesa ganhou terça-feira a edição de Novembro do concurso "Chopped Chef" promovido pelo Food Network, o canal de televisão gastronómico mais conhecido dos Estados Unidos, com pratos de inspiração portuguesa.
Um gaspacho e um prato com chouriço valeram a Luísa Fernandes a vitória no concurso, que a chefe de cozinha quis aproveitar para divulgar a gastronomia portuguesa.
"Eu penso que a vitória não é minha, mas de nós todos, pois eu sou portuguesa e fico orgulhosa quando as pessoas conhecem a nossa comida", sublinhou Luísa Fernandes. "Por isso, nunca iria a um concurso destes se não fosse para fazer cozinha do nosso país", acrescentou.
Natural de Monte Real e a residir em Manhattan, Nova Iorque, há seis anos, a portuguesa confessou que ficou "em pânico" quando percebeu que tinha apenas "três pepinos, um pacote de bolacha de água e sal e um peito de peru" para confeccionar a entrada.
Mas a experiência desta chefe, que antes de se dedicar à cozinha foi enfermeira, permitiu-lhe ultrapassar os adversários. O seu prato com chouriço foi classificado por um dos elementos do júri como "espectacular" ao ponto de afirmar que nunca comera nada semelhante.
Os concorrentes trabalhavam numa cozinha onde era filmadas todas as fases da preparação dos pratos e podiam utilizar alguns condimentos e temperos mínimos existentes nas dispensas, apresentando o prato final a três júris que os iam provando e eliminando um a um até ficar o vencedor.
Luísa Fernandes diz que teve de improvisar muito nos dois primeiros pratos, pois não tinha grandes temperos ou ingredientes. Nas entradas, escolheu fazer um gaspacho e caramelizar o peru com mel. Para o prato principal, os três concorrentes dispunham de uma posta de bacalhau fresco, ananás e arroz. Luísa diz que encontrou na dispensa chouriço e grão e resolveu guisar tudo com batatas aos quadradinhos salteadas com queijo, ananás e anchovas.
Na sobremesa, o prato final que disputou com Dominick, o chefe adversário finalista, os dois tinham à disposição grãos de café, manga, massa de pastelaria e "rosewater". A chefe portuguesa optou por fazer um pastel Napoleão e espalhar os grãos de café com o caramelo no prato, o que impressionou o júri e lhe deu a vitória, depois de uma maratona de 80 minutos.
Para chegar à final do concurso, a chefe portuguesa teve que passar por um rigoroso processo de selecção. "Puseram-me numa sala com luzes e câmaras e disseram-me para eu falar 15 minutos".
A portuguesa agradou ao júri e foi uma das dezasseis escolhidas entre 2007 concorrentes."Para mim já foi uma vitória ficar nos dezasseis finalistas, mas melhor ainda foi ter ganho o concurso", disse. A vitória valeu-lhe, além de 60 minutos de fama - o tempo que demorou a transmissão do programa para todo o país - 10 mil dólares (6650 euros) e a possibilidade de disputar a finalíssima com todos os vencedores do “Chopped Chef” no próximo ano.
Luísa Fernandes é chefe no restaurante "Bairrada", de Long Island, a ilha ao lado de Manhattan.

Sem comentários:

Publicar um comentário